Pesquisar este blog

Loading...

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

CONCENTRAÇÃO, COMO FIRMA A CABEÇA DO MEDIUM

oncentrar-se significa direcionar o seu pensamento a algo pré-determinado. Quando dominamos a nossa mente e fazemos esse exercício freqüentemente, aprendemos a controlá-la, controlando-a para aquilo que necessitamos.
Direcionando a palavra "concentração" para o nosso estudo, entende-se como:
"ligar na tomada".
Exemplo: ao chegarmos da rua para os trabalhos espirituais, devemos desde o portão de entrada, doutrinar a nossa mente ao esquecimento e desligamento dos problemas do cotidiano existentes na nossa vida, e direcioná-la, apenas, naquilo que se refere a Umbanda. O primeiro momento de concentração deve ocorrer na Casa de Exu, onde através de preces, orações e saudações, pedimos a esta linha, que comecem por nos limparem de todas as energias e influências negativas que acumulamos no nosso dia-a-dia. Existem várias formas para essa prática:
- Simplesmente entrar no recinto e orar (pedir)
- Acender uma vela, oferecendo-a ao seu Exu, fazendo os seus pedidos; ou
- providenciar sua prateleira e trata-la com pinga, flores, etc...

Ainda concentrados, devemos entrar no terreiro e fazer as saudações de acordo com o que foi ensinado, mantendo sempre as conversações em tons moderados e sem desviar o assunto para aquilo que não faz parte da nossa religião ou do trabalho que será efetuado naquele dia ou daquela noite. No inicio do trabalho, já suficientemente concentrado, cada médium, deve dirigir o pensamento em atenção aos rituais de abertura, pontos, orações e defumação, pois são esses os tópicos que determinarão o direcionamento da gira, assim como, do médium a levar todos os nossos pensamentos (a concentração) para o reino qual está sendo cantado, orado e vibrado:
- quando Oxosse, direciona-se o pensamento às matas;
- quando Ogum, direciona-se o pensamento às estradas, matas, rios, mar, etc... - quando Xangô, direciona-se o pensamento às pedreiras, campos e topo de montanhas.

Fundamentos do Terreiro
O Terreiro tem vários fundamentos que servem para nos trazer firmeza durante todo e qualquer trabalho que seja realizado ali dentro. Distribuídos em locais específicos e por todo o ambiente, os assentamentos, firmezas e fundamentos, garantem a segurança para todos os médiuns e para toda a assistência. Alguns, estão localizados dentro do centro, outros ao lado de fora, portanto desde que chegamos no centro temos que mudar nossas posturas, direcionarmos nossos pensamentos aos Orixás e evitar brincadeiras e conversas que não farão partes aos trabalhos.

CADA ENTIDADES COM SUAS MANEIRAS,CADA CASA COM SUAS REGRAS

Muitas entidades têm maneiras bem particulares de agir. Caboclos são normalmente muito firmes, alguns são até rudes, falam normalmente com dificuldade, têm movimentos rápidos para andar e até dançar. Suas consultas são normalmente acompanhadas de baforadas vigorosas da fumaça de seus charutos e abraços também vigorosos, embora também podemos encontrar Caboclos manifestado em outro médium tendo atitudes bem diferentes. Tais diferenças podem ocorrer em virtude de que, apesar de algumas entidades terem o mesmo nome, não serem exatamente a mesma manifestação, assim como também pode acontecer tal diferença, em função da doutrina da casa ou até dos caracteres pessoais diferentes em cada médium. Devemos entender que o guia utiliza a ferramenta matéria, ou seja, o corpo do médium para sua manifestação e não representaria para a Entidade, ser mais ou menos capaz, o fato dela vir a modificar de alguma forma a maneira de agir ou reagir do filho.
Os Pretos-Velhos via de regra, são bem tranqüilos, a maioria trabalha sentado num banquinho pitando calmamente seus cachimbos e tomando seus cuités de vinho, apresentando aquele ar de saudade característicos dos velhos, ainda que suas lembranças passadas, sem sombra de dúvidas, não traria saudades a ninguém.
Exus e Pombas-Giras costumam ser debochados, alguns falam palavrões que não é certo, gostam de dançar e de brincar com os frequentadores. Alguns são galanteadores, outros procuram mostrar uma cultura acima do normal e uma esmerada educação. Essas características ainda que marcantes e costumazes não podem ser consideradas como regra e qualquer diferença não pode ser simplesmente considerado como exceção.
Entidades espirituais e matéria devem formar uma simbiose perfeita no trato da espiritualidade no sentido de dirigi-la ao necessitado. Costumo dizer que religião é coração, é simpatia, é amor. E sendo assim, nada melhor que o coração para nos guiar neste terreno. Entretanto, é sempre bom que se mantenha a razão também bem experta, pois, infelizmente, há muitos que se utilizam das fraquezas humanas e das dificuldades espirituais dos filhos e frequentadores para interesses pessoais, quando não excusos.
Sempre que formos a um centro devemos ir com a alma limpa, com a vontade no mais alto grau de doação, com os sentimentos puros e a vontade de acreditar. Muitas vezes, dentro das características citadas acima, podemos ver algumas um pouco mais exarcebadas. Um Exu falando um pouco mais alto, as vezes demonstrando um estado etílico grave. Um Caboclo menos viril que de costume, talvez até delicado demais no trato com algum filho, ou qualquer outra percepção que a princípio possa parecer um erro. Antes de decisões precipitadas procure observar bastante, conversar com os consulentes e filhos da casa, enfim, com as pessoas que costumam conviver com aquelas entidades ou com os médiuns que as manifestam para ter exata certeza dos fatos. Se depois de toda essa análise confirmar deslize de conduta ou qualquer ato desmerecedor de sua confiança, não tenha medo de afastar-se.
Lembre-se no entanto que educação e elegância tem lugar em qualquer ambiente.
Tenhamos também sempre em alta a concepção de que nossos sentimentos e análises também podem incorrer em erro e toda porta que ao sairmos deixamos aberta, amanhã, em caso de necessidade ou reconhecimento de equivocos, poderá ser transposta novamente sem problemas.

SOBRE OS GUIAS

Aprendendo sobre o seu Guia

Existem basicamente 3 fatores que fazem com que a apresentação do guia varie:

1 – São espíritos diferentes.
2 – Trabalham em Médiuns diferentes.
3 – Trabalham em Terreiros Diferentes.

1 – São espíritos diferentes.
Antes de tudo cada guia que incorpora é único, cada um é um espírito em particular, com seu jeito de agir e pensar. O nome de que se utilizam é apenas um indicativo da forma que trabalham de sua linha e irradiação. Por isso podemos ter vários espíritos trabalhando com o mesmo nome, sem que sejam por isso um só espírito.
É como ser um médico, engenheiro, etc… Todos possuem um conhecimento comum, além do conhecimento individual. E isso faz com que trabalhem de forma diferente, mas seguindo a mesma linha geral. A mesma coisa acontece com nossos guias.

2 – O médium, mesmo os inconscientes interferem animicamente na incorporação.
Entenda-se que não é uma atitude deliberada do médium, mas algo que “vaza” da personalidade do médium na incorporação. Desde que esta interferência não atrapalhe o trabalho do guia, isto é perfeitamente aceitável.

3 – Trabalham em Terreiros Diferentes.
Se um médium continua trabalhando com o mesmo espírito, mas mude para um terreiro em que o ritual seja diferente, também é comum observarmos pequenas mudanças na apresentação e no trabalho do guia, trata-se da adaptação do guia ao novo local de trabalho.

Por isso há muitas variações na apresentação e método de trabalho dos guias. E perguntas como:
Alguém Conhece o Preto-Velho X ?
Como se apresenta o Caboclo Y ?
Informações sobre o Exu Z ?
Além de não atenderem a uma descrição fiel do guia a que quem pergunta se refere, podem aumentar o animismo ou causar insegurança.
Aumentar o animismo: A pessoa lê uma descrição de que o Caboclo Y não fuma charuto, e quando incorpora, fica com aquilo na cabeça, assim mesmo que o Caboclo queira pedir um charuto, pode encontrar dificuldades de romper esta barreira anímica criada pelo médium.
Causar Insegurança: O médium lê que o Exu Z quando incorpora ajoelha no chão, aí pensa, “nossa o que eu incorporo não ajoelha!!!” e começa a se sentir inseguro quanto a manifestação do seu guia, podendo com isso atrapalhar o seu desenvolvimento.
Resumindo, a melhor forma de conhecer seu guia é através do tempo, do desenvolvimento e do trabalho com ele, assim pouco a pouco você vai se interando de como ele é, como gosta de trabalhar, etc. E vai conhece-lo como ele verdadeiramente é!

sábado, 11 de dezembro de 2010

EXUS DO MAR

Exu da barra, Exu do Mar, Exu Pirata, Exu Marinheiro, Exu Capitão dos Mares, Exu Maré, Exu das Ondas entre tantos outros.

Os exus desta linha trabalham numa aréa onde há poucos exus, pois trabalham debaixo do fundo do mar, nas cavernas submarinas, no fundo do mar onde nem a luz do sol alcança, em canais e braços de mar, e na barra também. A barra por exemplo é uma barreira natural do mar, onde formam-se as ondas. è lá que reside o Grande Exu da Barra, um tenente da falange de Tranca-Ruas, estes exus vibram na corrente masculina, mas tem muita ligação com Iemanjá e são seus enviados, é incorreto confundirmos estes Exus com Marinheiros, apesarem de se apresentarem as vezes juntos, pois o campo de trabalho é outro, estes exus tem como objetivo principal o equilibrio marinho dos mares e oceanos.
Estes exus são de grande valia para nós, apesarem de nãos eerem tão conhecidos, mas são fundamentais para a vida humana.
Dentro desta linha alguns exus da falange do Senhor Exu do Lodo também se apresentam. Mas o que sabemos irmãos é que o amr esconde muitos mistérios e naquela vastidão imensa Exu também tem seus comandados

CABOCLO SETE-PEDREIRAS

Caboclo Sete-Pedreiras, é um caboclo relativamente conhecido que não aceita qualquer médium como seu aparelho de ação. Pois como seu Orixá é um grande justo. Nesta postagem além da homenagem a este caboclo, falaremos também dos Caboclos de Xangô no geral.

Os mensageiros de Xangô são a representatividade mais perfeita da força da Umbanda na quebra de demandas. Sua manifestação é tão forte e poderosa que chega a assustar iniciantes e assistidos que não estejam familiarizados com estas entidades das montanhas e pedreiras.São caboclos, indígenas, que vivem ou viveram mais isoladamente e portanto possuem um comportamento mais rústico. Alguns ainda nem falam nosso idioma.Talvez por isso, pouco se pratica a Gira de Xangô na Umbanda, mas quem o faz e acaba então conhecendo melhor esta entidade, descobre um verdadeiro Pai.

São amorosos, preocupados e acima de tudo muito justos.
Essas entidades usam a forma de Caboclos, e se entrosam no Corpo Astral de maneira semibrusca, refletindo-se em arrancos no físico; suas vibrações atingem logo o consciente do aparelho (médium), forçando-o do tórax a cabeça, em movimentos de meia rotação e pela insuflação de suas veias do pescoço, com aceleração pronunciada do ritmo cardíaco, na respiração ofegante, até normalizarem seu domínio físico.

Emitem não um urro histérico alucinado que traduzem como “KA-Ô”, acentuando as sílabas, e sim uma espécie de som silvado, da garganta para os lábios, que parece externar o ruído de uma cachoeira ou de um surdo trovejar…
Não gostam de falar muito. Seus pontos cantados são sérias invocações, de imagens fortes e podem ser cantados em vozes baixas.
São guias de incorporações rápidas e contidas, geralmente arriando o médium no chão.
Trabalham para : emprego; causas na justiça; imóvel e realização profissional.
Dão também muito passe de dispersão. São diretos para falar.
Seu Sete-Pedreiras em especial na sua incorporação é muito arcada e rude, andam arcado no chão sempre com suas pedras nas mãe, seu fio de contas sempre trazem pedras lascadas, todos espíritos desta falange trazem a justiça de Xangô a todo custo, por este motivo seus médiuns não são tão fáceis de ver pois se sua vida não for regrada rapidamente esses caboclos se afastam, poucos tem a dádiva de trabalhar com este guia de frente.
Nas consultas são ríspidos e rudes, parecendo até mal educados, mas são diretos se rodeios falando a verdade mesmo que esta doa para quem ouve, sua consultas costumam ser rápidas e construtivas.
São ótimos no trabalho de tronqueira pois por serem grandes e robustos reprimem qualquer ação desordenada, trabalham só em casos que não vão de encontro com a lei espiritual, por isso deve-se ter muito cuidado ao invocar as entidades desta linha. Outros caboclos que trabalham com Seu Sete-Pedreiras são: Caboclo Sete-Montanhas, Sete-Cachoeiras, Cajá, Pele Dourada, Pedra Preta, Pedra Branca, Caboclo Guará, Caboclo do Fogo, Caboclo Fogueira, Caboclo Pedra Grande.


CABOCLO TIBIRIÇÁ

Tibiriçá foi o primeiro índio a ser catequizado pelo padre José de Anchieta. Foi convertido e batizado pelos jesuítas José de Anchieta e Leonardo Nunes. Seu nome de batismo cristão foi Martim Affonso, em homenagem ao fundador de São Vicente. Sua data de nascimento é calculada em 1440. Seus restos mortais encontram-se na cripta da Catedral da Sé, na cidade de São Paulo.
"Maioral" ou "Vigilância da Terra", na língua Tupi, Cacique guaianás ou tupi, sendo divergentes nesse ponto as opiniões dos historiadores. Chefe de uma parte da nação indígena estabelecida nos campos de Piratininga, com sede na aldeia de Inhampuambuçu. Irmão de Piquerobi e de Caiubi, índios que salientaram durante a colonização do Brasil, o primeiro como inimigo e o segundo como grande colaborador dos jesuítas.
Teve muitos filhos. Com a índia Potira , teve Ítalo, Ará, Pirijá, Aratá, Toruí e Bartira. A índia Bartira, viria a ser mulher de João Ramalho, de quem era grande amigo e a pedido do qual defendeu os portugueses quando chegaram a São Vicente.

Em 1554, acompanhou Manuel da Nóbrega e Anchieta na obra da fundação de São Paulo, e estabeleceu-se no local onde hoje se encontra o mosteiro de São Bento, espalhando seus índios pelas imediações. A atual rua de São Bento era por esse motivo chamada primitivamente Martim Affonso (nome que fora batizado o cacique). Graças à sua influência, os jesuítas puderam agrupar as primeiras cabanas de neófitos nas proximidades do colégio. Tibiriça deu aos jesuítas a maior prova de fidelidade, a 9 de Julho de 1562 ( e não 10 como habitualmente se escreve), quando, levantando a bandeira e uma espada de pau pintada e enfeitada de diversas cores, repeliu com bravura o ataque à vila de São Paulo, efetuado pelos índios tupi, guaianás e carijós, chefiados por seu sobrinho (filho de Piquerobi) Jagoanharo.
Em 1580, Susana Dias, sua neta, fundou uma fazenda à beira do Rio Tietê, a oeste da cidade de São Paulo, próximo à cachoeira denominada pelos indígenas de "Parnaíba": hoje, é a cidade de Santana do Parnaíba.
Na Umbanda a falange do Caboclo Tibiriçá não é muito difundida, pois os espíritos desta linha são grandes guerreiros que não se prendem a trabalhos em terreiros, são grandes desbravadores e detentores da Lei Sagrada, sua falange é uma ligação entre Oxalá e Ogum, acompanham muito o Senhor Ogum Matinata.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

CABOCLO ARARIBOIA

Araribóia existiu. Chefe indígena da tribo Temiminó, um grupo Tupi, vivia numa das ilhas da Baía de Guanabara. Ali os temiminós eram minoria. A tribo Tamoio, com 70 mil índios, dispersa entre a Guanabara e a região onde hoje se localiza a cidade de Bertioga (SP), detinha folgada superioridade numérica contra os temiminós, que só contavam com 8 mil cabeças.

Os tamoios, liderados pelo chefe Cunhambebe, eram aliados antigos dos franceses, que viviam tentando invadir a Baía de Guanabara. Em 1555, depois de subjugar os temiminós e os portugueses com a ajuda de Cunhambebe, a França passou a dominar a Capitania do Rio de Janeiro.

O Reino de Portugal mandou então para o Brasil o terceiro governador-geral da colônia, Mem de Sá, com a missão de retornar ao Rio. Selando uma aliança com Araribóia, os portugueses conseguiram. O chefe indígena recebeu como gratidão a sesmaria de Niterói, onde passou a morar, converteu-se ao cristianismo e tornou-se íntimo do governo. Adotou, inclusive o nome do português Martim Afonso de Souza, donatário do Rio de Janeiro. Morreu em 1574, brigado com Antonio Salema, sucessor de Mem de Sá.

O nome indígena Araribóia significa Cobra Feroz ou Cobra das Tempestades.

"Araib", em Tupi, significa "Tempo Mau, Tempestade, Tormenta" e "Bói" significa "Cobra".

Herói de varias batalhas

Em 1560, a expedição de Mem de Sá foi combater os franceses no Rio de Janeiro. Levava Maracajaguaçu e Araribóia e outros Índios Flecheiros do Espírito Santo.

No dia 15 de março de 1560, a expedição de Mem de Sá promove um ataque à Ilha Henri e consegue vencer, destruindo o Forte Coligny. Derrotados os franceses conseguiram escapar em grande número, refugiando-se no Continente.

O ataque a Ilha Henri está relatado em carta do padre Francês André Thevet na obra "La Cosmographie Universelle", editada em Paris, França, em 1575. Lá consta referências aos atos de bravura do Índio Fundador da Serra, Maracajaguaçu e de seu filho Araribóia.

Mem de Sá volta a Salvador, na Bahia, a 3 de abril de 1560 e os franceses e Tamoios reagruparam-se e estabeleceram poderosas fortificações na Ilha da Carioca e na Ilha de Paranapuã.

Quando Araribóia volta a segunda vez para guerrear contra os franceses e Tamoios, em 1564, está com 40 anos de idade, conforme Luís Carlos Lessa no livro "Araribóia, o Cobra das Tempestades", publicado pela Editora Francisco Alves do Rio de Janeiro, página 8.

Em 1564, com Estácio de Sá, combate na tomada da Fortaleza de Uruçumirim, na hoje Praia da Glória e depois destaca-se como herói na Batalha de Paranapecu, trecho da Ilha do Governador, que ia da Ponta do Galeão até as Flecheiras.

MARIA NAVALHA

Lendas

Uma pombagira pouco conhecida. No cais da Bahia, junto ao mercado modelo, onde os saveiros descarregavam frutas, cacau, fumo, viveu a pombagira Maria Navalha. Malandros, marinheiros cheirando a sal, vendederes de acarajé, capoeiristas, eram os seus companheiros. Ela usava uma saia estampada de chitão, uma blusa preta de babados, um chapéu negro prendendo seus cabelos vermelhos e dançava na roda de malandros.

Cai a noite e o amor. "áis" de amor se ouviam nos saveiros, nas ruas pobres de salvador. E lá estava ela, com sua navalha na liga, sua defesa de mulher-dama ( mulher que vendia o amor ) para os que não queriam pagar. Jovem pobre, feiticeira, freqüentadores dos cadomblés que enchiam as madrugadas com os sons dos atabaques, ela ganhava a vida pelo amor e pelo jogo de ronda. Companheira dos malandros, dos marujos, dos bambas das ladeiras do velho pelourinho, amante ardente e carinhosa, mas com gênio forte, ela ganhou o nome de Maria Navalha dos velhos eluôs baianos. Moça vinda do interior da Bahia, sozinha, fazia ela mesmo suas roupas e nunca deixava seu chapéu preto brilhoso. Amou coronéis de cacau, jogadores dos cassinos, marujos tatuados, mas seu grande amor foi o malandro Zé pelintra da meia-noite.

Hoje, baixa na linha de exu, perigosa pombagira malandra, carteia e faz ebós diferentes, não como a famosa Maria Padilha e Molambo. Mas não pense que ela é fraca. Força de magia, faz trabalhos costurados, com caco de vidros, bebe suas cervejas, fuma seus cigarros. Seu ilá é de guerra, pois vem por Oiá, mas não gosta de ser mandada. Come cebola roxa, salaminho, coisas que há nos botequins e só bebe cerva. . Dança lindamente como uma mulata do olodum. Perigosa e verdadeira. Diz que nunca foi mãe, nem casada, nem teve casa.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

CABOCLO SETE ENCRUZILHADAS

Inicialmente , uma rápida explicação quanto à confusão que alguns irmãos fazem , porque o Caboclo das Sete Encruzilhadas e o Exú Rei das Sete Encruzilhadas , são entidades que possuem nomes semelhantes ( são quase homônimos) , porém trata-se de espíritos distintos , cada um deles trabalhando espiritualmente em seu nível vibratório. Ambos prestam grandes serviços para a melhoria e desenvolvimento dos espíritos encarnados. Ambos , estão em constante evolução , mas não existe qualquer relação de dependência entre eles.

Ao que se tem informação , é que o Caboclo das Sete Encruzilhadas ,é um espírito muito antigo, já encarnado ao tempo da vinda do MESTRE JESUS à Terra e que na roda de suas encarnações , jamais apareceu no nível em que trabalham os nossos "compadres" Exus, como alguns , face à semelhança de nomes , tentam explicar.

Ao tempo do Brasil Colônia , mais precisamente no Estado do Rio de Janeiro , em uma localidade às margens do Rio Paraíba do Sul , chamada hoje de Barra do Piraí. Precisamente neste local , o rio atingia uma grande largura e o seu leito tomava um aspecto sinuoso, alí existia uma fazenda de diversas culturas , entre as quais e em maior escala ,a do café e da cana-de-açucar. Tal propriedade, era administrada por uma família portuguêsa , que ao contrário de outras existentes nas proximidades, alí não era exigído o braço escravo. Os negros que lá trabalhavam, recebiam além da casa e alimentação , uma remuneração em moeda, por isso era a propriedade mais próspera do local, isto graças à forma de administração adotada por seus proprietários.Próximo dali , vivia uma tribo de indios da Nação Tupi-guarani , com os quais , os fazendeiros mantinham um excelente relacionamento.

O Chefe da tribo, era jovem e possuia uma razoável cultura,pois fôra alfabetizado na Capital , apaixonou-se por uma das filhas do fazendeiro, que correspondeu ao seua afeto vindo a casar-se com ele, contrariando os costumes de ambas as comunidades. Após a união, ela engravidou, tendo que viajar à Capital do Rio de Janeiro para tratamento médico, demorou-se algum tempo e ao regressar recebeu uma horrivel noticia : que um grupo de indios estranhos na localidade , de surprêsa , tentaram invadir a fazenda para saqueá-la ,os fazendeiros pediram socorro e os guerreiros Tupi-gurany, vieram , mas não puderam impedir que os pais da moça e seus irmãos fossem mortos. Na batalha , o chefe Tupi-guarany , seu marido ,ficou gravemente ferido ,vindo também a falecer em consequência.

Ao todo, sete pessoas foram assassinadas pela tribo invasora. E todos foram sepultados , em uma ilha situada no Rio Paraíba do Sul, dentro da fazenda. E a moça grávida , ùnica remanescente da família de fazendeiros , ia todas as tardes rezar na ilha, junto às sete cruzes que demarcavam os locais onde seus pais ,irmãos e esposo foram sepultados.

Porém , em uma dessas tardes , em que rezava junto ao túmulo do esposo, sentiu-se em trabalho de parto e ali mesmo deu à luz a um menino, seu filho com o chefe Tupi-gurany, cujo corpo estava naquele local sepultado.

O menino cresceu cercado do imenso carinho de sua mãe e recebeu ensinamento proveniente de duas culturas: a cristã adotada por sua mãe e a outra orientada pelo Pagé da tribo de seu pai. Estudou na Capital do Estado e posteriormente na Côrte , recebendo instrução superior de Direito. Como advogado teve intensa atividade profissional em defesa de escravos nos Tribunais do Rio de Janeiro,que eram acusados de crimes pelos senhores escravagistas. Na qualidade de chefe de sua comunidade indígena , disfarçadamente , invadia as fazendas de regime escravo , libertando os cativos e colocando-os em local seguro. Na verdade ninguém conseguia identificar o chefe que comandava o grupo indígena libertador de escravos, ora ele se apresentava com o aspecto físico de indivíduo alto ,ora baixo , as vezes gordo e outras vezes magro, cada ataque era comandado por uma pessoa diferente e assim ele conseguia se manter no anonimato, consequente a dupla personalidade. O seu verdadeiro nome era CABOCLO DAS SETE CRUZES ILHADAS , por ter nascido no local onde existiam sete cruzes em uma ilha ,porém o povo por corruptela o chamava de CABOCLO DAS SETE ENCRUZILHADAS, nome que ele adotou humildemente, até mesmo em sua vida espiritual. Tal nome ficou fixado pelo povo escravo , que o adorava , e quando o grupo surgia na estrada eles cantavam uma cançao que tinha a seguinte letra:

Lá vem , lá vem , bem longe na estrada,

Lá vem, lá vem, o Caboclo das Sete Encruzilhadas".

Saiba Mais

Referências

  • CASA BRANCA DE UMBANDA CABOCLO SETE ENCRUZILHADAS

CABOCLA JUREMA

Entidade Guia - Chefe da Linha de Oxossi, Sua legião é constituída de grandes entidades espirituais, espíritos puros que amparam os sofredores, utilizando o processo de passes-cura através das ervas. Normalmente, a Entidade Chefe Cabocla Jurema, quando está trabalhando, atrai a presença, vibração de todos as Caboclas Jurema, ou seja, Jurema da Cachoeira, Jurema da Praia, Jurema da Mata etc, pois na realidade todas são uma única vibração que trabalham com os ambientes da natureza. ex: lua, sol, mata, chuva, vento etc. Jurema trabalha dentro da necessidade de cada pessoa, transmitindo coragem e energia. Tem sempre uma palavra de alento e conforto para aqueles que sofrem de enfermidades. Ela nos ensina a suportar as dificuldades e nos dá coragem para suportá-los.

Em qualquer lugar onde você esteja, quando o desespero tomar conta e a coragem lhe faltar, chame pela Jurema e sentirá sua força amparando você. Quando quiser agradar essa Cabocla, vá a uma mata limpa, estenda uma toalha verde de pano ou plástico e coloque sobre ela um vinho tinto rascante (para Oxossi), um coco verde (para a cabocla), substituindo o líquido de dentro do coco por vinho com mel, enfeitado com fitas verde e vermelha. Para Oxossi uma vela verde e um charuto. Não se esqueça de uma travessa de frutas e uma cigarrilha.

OBS: As frutas podem ser laranja, banana, abacaxi, manga, fruta de conde, goiaba etc... As velas devem ser acesas fora da toalha, assim como o charuto e a cigarrilha.

Caminhos

A cabocla Jurema tem vibração originária de Iansã, mas poderemos encontrar a mesma entidade trabalhando em outras vibrações como Jurema da Praia, na vibração de Iemanjá; Jurema da Cachoeira, na vibração de Oxum;Jurema da Mata, na vibração de Oxossi, e assim sucessivamente. É a mesma entidade, com vibração originária de Iansã, penetrando em outras vibrações de Orixás

EXU 7 COVAS

(Belfegor) - Essa entidade atua sobre o esgotamento de espiritos desencarnados. Isso quer dizer que ele tenta esgotar todas vicissitudes dos espiritos que desencarnaram (geralmente em uma morte recente).

Seu campo de trabalho é o cemitério (nas catacumbas, covas, tumbas). Os Exus dessa Falange trabalham sob as ordens do Exus 7 Encruzilhadas do Cemitério e Sr. Omulu.

É entidade, dessa forma, traz consigo muita energia negativa (naturalmente utilizada em seus trabalhos), por isso recomendo muita prudência ao realizar a invocação dessa entidade. Isso vale para qualquer outra entidade que trabalhe sobre os domínios do Sr. Omulu.

Exú 7 Covas responde na Sétima Linha da Quimbanda chefiada por Omulú - Orixá Maior, junto com 7 Caveiras, 7 Campas, do Pó, 7 Cruzes, João Caveira e 7 Catacumbas.

Costumam dizer que a terra é a mãe de todos os encarnados e, o que é depositado na mãe (corpo morto, defunto) é responsabilidade deles em cuidar, para que a mãe (terra) não seja estragada com as más vibrações dos filhos (defuntos).

Pontos Riscados

Ponto Riscado 7 Covas

EXU 7 CATACUMBAS

Guardião Sete Catacumbas

(Andras) - Catacumbas é um poderoso Exú da Umbanda, Kimbanda e Candomblé, conhecido no Catimbó como Mestre 7 Catacumbas. Onde ele fica pode ter certeza não fica um egum próximo e uma característica muito impressionante é que quando ele vai embora arrasta consigo tudo de ruim que houver no terreiro.

Sério, bravo,nervoso,bondoso, não tem misericórdia de espíritos que atrapalham o sossego alheio, no entanto é um fiel protetor e grande conselheiro de todos que queiram fazer do seu mundo um lugar melhor pra se viver.

O Sr. Exú 7 Catacumbas, serve a linha de Obaluaê. Ou seja, ele é um guardião cósmico, que aje na força emanada(axé) do Orixá Obaluaê. (Assim como em seu primeiro elemento terra, Obaluaê, é ativo e passivo em seu segundo elemento, a água, o Sr. Exu 7 catacumbas, também tem estas características herdadas. Sua forma é esquelética(caveira), porém seu campo de atuação é maior do que do Sr. Exu Catacumba. E como todos os Srs. Exus, e Sras. Pombagiras, que são do cemitério, trazem em suas capas(exus), e em suas saias(pombagiras) os segredos dos mistérios divinos da vida e da morte, e da transição entre esses dois planos.

Atribuições

Sete Catacumbas é uma espécie de policial executante das ordens de todos os Orixás no plano mais denso. É um mensageiro que entra e sai das zonas umbralinas, sem temor, assumindo uma forma ameaçadora para fazer-se respeitar.

É um Exú e sem eles a força dos Orixás não atuaria no mundo, pois são eles os operários incansáveis. Temido por não admitir a desobediência, ele aplica castigos a quem é também guardião. Ele faz na verdade cumprir a lei de causa e efeito.

Mesmo punindo, quando se há merecimento, Mestre 7 Catacumbas cura, concede maiores facilidades em alcançar o que desejamos. É um faxineiro do astral, porque purifica os ambientes e pessoas desmanchando todo tipo de magia negra. É comum ver sua legião preocupadas em alertar contra males, jamais trabalhando contra a lei divina do amor

NAVIZALA

Boiadeiro Navizala

Sr. Navizala viveu no sertão de pernambuco, no século XVIII,era boaideiro(tocador de gado,como diz). Morava em uma casinha de sapé no meio da caatinga, sua mãe era uma grande médium, chamada por lá de benzedeira ou cruandeira, aos cinco anos de idade, perdeu seu pai, ficando apenas ele e Dona Cecília, sua mãe, com o desencarne do pai, o pequeno navizala sentiu sua vida difícil de sertanejo, tornar-se ainda mais sacrificante, viviam do pouco que a pequena roça, plantada por ele e a mãe, produzia, a pouca idade, não o impedia de ajudar.

Ele carpia, semeava, colhia, enfim, ajudava a mãe em tudo, mas contando com todo o amor de sua humilde e sábia mãezinha, que todas as noites preparava no fogão a lenha, a farofa com banana, uma iguaria para o pequeno navizala, eles rezavam e comiam à luz de um lampião, depois sentavam-se embaixo do pé de juazeiro no quintal, e Dona Cecília ensinava ao filho as coisas da vida espiritual, que ele ouvia maravilhado, quanta sabedoria em uma mulher tão simples, eram felizes, eram felizes quando não estavam na roça, sua mãe atendia muita gente da redondeza, não havia hospital, nem médicos, aquela mulher era a única esperança daquele povo pobre do sertão, tinha vários canteiros de ervas e com elas fazia suas famosas garrafadas, benzia as crianças desnutridas, os agricultores feridos por ferramentas enferrujadas, fazia partos, fazia tudo o que podia e salvava muitas vidas, o pqueno navizala sabia de cor o nome de todas as ervas e com sua vidência apurada, dizia a mãe quando a pessoa chegava acompanhada por obsessores, assim iam levando asuas vidas, Dona Cecília desencarnou dormuindo tranquilamente quando navizala tinha 15 anos, ele chorou muito, estava só no mundo, mas começou a ver a mãezinha que lhe dizia pata ter ânimo e continuar a missão, ele começou então a trabalhar para fazendeiros da região, levava boiadas para todos os cantos do nordeste, assim poderia com suas viagens ajudar mais pessoas, e assim foi, onde ele parava, sempre tinha alguêm doente que precisava dele, salvou muitos e fez amigos em toda parte, sua mãezinha sempre estava a seu lado orientando, incentivando e consolano nos momentos difíceis.

Onde chegava, Sr. Navizala, deixava sua luz, de seu mesmo, só tinha o seu cavalho malhado, companheiro inseparável, o rosário de sua mãezinha e um par de botas gastas, mas gostava mesmo era de andar descalço e adoçar a boca com um pedaço de rapadura, gostava dos banhos de açude, de cuidar dos animais e de conversar com as pessoas, um espírito equilibrado e forte, que nunca se deixou vencer pela aridez da vida. Sua missão na terra acabaou aos 49 anos de idade, assim como sua mãezinha, deitou-se e deixou o corpo, foi para o astral onde pôde abraçar os seus, sua mãezinha, seu pai, seus mentores, no enterro do Sr. Navizala estavam presentes mais de cem pessoas, pessoas que ele ajudou e que sentiam de verdade sua partida, pessoas de todas as partes do sertão, pobres e ricos, agradecidos àquele homem maravilhoso por ter praticado o bem, feito o melhor que podia por todos, ao chegar no astral, ficou surpreso, emocionado, chorou, uma fila se formou, eram muitos que tam~bém queriam abraça-lo, pessoas que ele tinha ajudado na terra. Sr. Navizala, repressenta a força do sertanejo, a luta, a honestidade e a sabedoria daquela linda gente, quando pediu para vir trabalhar, ele escolheu continuar ajudando, pediu para vir com todas as características que tinha como sertanejo, inclusive o linguajar simples e direto, trabalha pela cura espiritual, emocional e física.

P.S.:QUANDO SR.NAVIZALA DESENCARNOU,NO DIA SEGUINTE SEU QUERIDO CAVALO,TAMBÉM SE FOI...QUEM CONHEÇE ESSE MENTOR,SABE QUE ELE NÃO GOSTA DE RODEIOS,É DIRETO,GOSTA DE QUEM O OLHA NOS OLHOS,SE SEU NOME NÃO FOSSE NAVIZALA, SERIA SINCERIDADE!!

sábado, 13 de novembro de 2010

EXU BARA DA RUA

Vou comentar agora sobre uma entidade que é pouco conhecida, mas é uma das mais antigas do culto a exu. Exu bara é uma das entidades mais iluminada do mundo espiritual conta a lenda que mesmo sendo um nobre de uma corte, tentava pregar a filosofia de vida, a alquimia e a magia ao povo da época. Dizia [todos devem crer no criador e na harmonia dos seres vivos] muitos não acreditam que Bara tivesse tanto conhecimento do criador e fosse tão iluminado pela sua filosofia de vida para passar aos nobres. Bara não conseguiu passar aos seres humanos sua mensagem, então quando partiu do mundo carnal para a espiritual decidiu ficar no mundo espiritual para encaminhar as almas perdidas. Falange de bara, Bara da rua, Bara da encruzilhada e Bara da calunga e tambem a o lado do sr ogum bara que é servido ao ogum bara 7 fios de costela assado só no braseiro com um espeto de pau e colocado esse espeto no cruzeiro com cerveja e velas vermelha e se arria na sexta feira santa com outros exus a sua oferenda mas a dos exu de um lado e do outro a de ogum bara. As falanges de bara da rua , encruzilhada e calunga todas tem a missão de encaminhar os seres carnais e espirituais para a luz.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

EXU CAVEIRA


Você encontrará o Caveira sob o nome de Gad na bíblia, ele tem manifestação silenciosa e seu nome sumério é:Sergulath, quando cantar um ponto para esse Exu, você invoca esse nome e terá vibração.
Um espírito bom nem sempre é necessário sua incorporação, Você sentirá essa vibração quando seguir sua intuição.
Lembre-se o resultado dos trabalhos são melhores do que o conhecimento.

Sua oferenda deve ser colocada no meio do cemitério na cruz mestre, lembre-se é para o bem. Ele é muito bom para cura, pois logo atrás da cruz mestre rege a divindade da morte e da vida.

O Exu Caveira é possuidor de grandes poderes; favorece-nos e ensina-nos as artimanhas da guerra, a fim de vencermos os nossos inimigos.
Deve-se reverenciá-lo quando entrar no cemitério.
Sarava ao Omulu Rei! (O dono dos cemitérios). Sarava ao Exu Caveira (O encarregado de zelar pelos cemitérios) .

É auxiliar direto de Omulu Rei. Comanda 7 (sete) Exus, que indicamos abaixo, além de supervisionar os trabalhos de Exu do Cheiro, que comanda 49 (quarenta e nove) Exus:

Exu Tatá Caveira Exu Brasa Exu Pemba Exu Maré Exu Carangola Exu Arranca-Tôco Exu Pagão

Exus da linhagem do Caveira

Tatá Caveira, João Caveira, Caveirinha, Rosa Caveira, Dr. Caveira (7 Caveiras), Quebra-Osso

terça-feira, 9 de novembro de 2010

MAGIA


A Magia é a ciência dos segredos da Natureza. Para que ela funcione apropriadamente, um Bruxo deve trabalhar sempre em perfeita harmonia com as Leis da Natureza e da psique. Magia é a ciência e a Arte. Ao contrário do que as pessoas pensam, Magia não é fazer Rituais que interfiram na vida das pessoas, mas sim trabalhar com as energias da Natureza, do Universo e do próprio homem. Com o equilíbrio dessas energias vivemos em harmonia com a vida. A Magia é mais antiga que o Cristianismo, sendo a principal filosofia de diversas civilizações antigas.

Na Magia existem vários tipos de Sistemas e Níveis diferentes. Sendo assim, o estudo da magia exige uma grande dedicação para ter-se um bom conhecimento. A Alta Magia é muito confundida com a Teurgia, mas a Alta Magia trata da Magia Utilizável e a Teurgia trata da Magia Existente. A religião, em suas manifestações exteriores, não seria outra coisa além da Alta Magia Cerimonial. Por isso muitas pessoas comparam a religião e a Alta Magia. Dentre as mais difundidas, a Alta Magia repousa sobre o princípio de que, na natureza, há forças ocultas que são denominadas fluidos. Esses fluidos são de três naturezas:

  • Magnética e puramente terrestre;
  • Vital e principalmente humana;
  • Essencial e geralmente cósmica.

As energias consideradas pela Alta Magia podem ser utilizadas sob quatro formas:

A - Microcosmo:

1º - O homem atuando sobre si mesmo.

2º - O homem atuando sobre o seu mundo exterior.

(Se referem aos fluidos de que o homem pode dispor)

B - Macrocosmo:

3º - Os fluidos atuando no astro (a Terra).

4º - Os fluidos atuando fora do astro (no sistema solar).

(Se referem aos fluidos espalhados na natureza)

Cada uma das quatro formas podem funcionar de duas maneiras:

  • Magia Pessoal: Quando o fenômeno se opera sem o auxílio de qualquer rito exterior.
  • Magia Cerimonial: É o contrário da Magia Pessoal.

Classificações da Magia

- A Teurgia, ou Magia Iniciática - é muito secreta e desconhecida por exigir do operador aptidões excepcionais;

- A Alta Magia, ou Magia Usual - exige um desenvolvimento intelectual juntamente com o desenvolvimento psíquico cuja utilidade se impõe;

- A Feitiçaria, que a maioria dos buscadores toma pela Magia única ou original - emprega meios tradicionalmente transmitidos.

Ao contrário do que se poderia imaginar, as operações que não exigem dons excepcionais são aquelas classificadas entre as mais elevadas em Alta Magia. As operações que exigem do operador aqueles dons excepcionais encaixam-se mais particularmente no quadro da Magia Comum, do qual faz parte a Magia Pessoal.

A operação mágica consiste no emprego de uma forma de energia cósmica, com a finalidade de obter-se um resultado, sobre um ponto preciso. Assim, ela implica um operador. Tal operador pode não ser uma pessoa física, mas uma pessoa moral e pode ser também uma personificação. Daí originou-se a Primeira Regra: "Nenhuma operação mágica pode ser efetuada sem a intervenção de uma Inteligência". Esta inteligência aplica-se tanto a um ser humano ou uma coletividade humana, como a uma personificação de energias ou a uma coletividade fluídica.

POMBO GIRA DO LODO

Esta gira é companheira do Exu do Lodo, recebe suas oferendas em beiras de rios e mangues, gosta muito de trabalhar para ambos os lados... o que nela colocar fé lá ela estará para ajudar você a resolver suas angustias. Gosta de velas vermelhas e pretas, quartinha de barro com água, champanhes, cigarros e rosas, veste preto e vermelho e quando incorporada é seria e direta nas suas consultas. Pomba-Gira do lodo é a única companheira do Exu do lodo, erroneamente confundida com a Gira do Brejo ou do Pântano... Podem até trabalhar na mesma gira, mais suas funções são distintas no plano astral.

EXU TRANCA-RUA

É o primeiro general do senhor exu mor,exercendo a mesma posição do exu marabo, com a mais alta responsabilidade no reino dos exus, a ele está designada a guarda das entradas e dos recintos onde se pratica a alta magia. Em todas as reuniões espirituais, o exu tranca-rua mantem proteção com a sua guarda de choque, contra os inimigos espirituais que procuram deturpar o bom andamento dos trabalhos. Assim sendo , sentimo-nos na obrigaçao de saudar esta ancestralidade em primeiro plano, ao darmos inicios aos trabalhos para que o ambiente sinta sua proteção. É o guardião dos caminhos vencedor de demandas aparador dos homens, lutador incasavel, sempre de frente, sem medo, sem mandar recado.
Senhor tranca rua das almas é um espirito muito doutrinado, atuando dentro de seus mistérios, regendo seus dominios e os caminhos por onde percorre a humanidade. Senhor do mundo espiritual, onde está sua origem e sua morada.
suas bebidada uisque, conhaque, o galo pode ser vermelho, prateado ou carijó
falange exu tranca-rua das almas exu tranca-ruas do cruzeiro exu tranca-rua de embaré exu tranca-rua da encruzilhada exu tranca-rua 7 gira exu tranca-rua da calunga exu tranca-rua da porteira

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

JOÃO CAVEIRA

tambem conhecido em algumas doutrina como PAI CAVEIRA, é um lorde, um homem que se veste com roupas medievais, tendo conhecimentos de alquimia, magias ocultas,goétias,teologia. Umas das entidades mais belas. Essa entidade tras consigo uma legião de 497 exus sob seu comando todo o medium de joão caveira inicia seu desenvolvimento recebendo um de seus escravos que respondera pelo nome do mesmo passando sete ou dez anos do apronte do médium a entidade que até o momento utilizava o nome de joão caveira dará passagem para o proprio joão caveira supremo ou lorde , assumindo assim o seu reino e seu imperio. Ainda pode citar-se que é uma entidade que se autodenomina um demonio.
come galo vermelho e preto , responde atras da cruz das almas

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

EXU DE LÚCIFER

ATENÇÃO EXU DE LÚCIFER NÃO É O MESMO SR LUCIFER O ANJO CAIDO [ESTRELA DA MANHA]

Exu de lucifer era um mago q estudava as artes da magia da época em que esteve encarnado aproximadamente 570 a.C. Vivia em uma tribo nomade. Certa noite em meio a seus estudos, conseguiu realizar a evocação de um anjo. O espirito se materializou e devido ao tipo de conjuração que ele fez, tornou-se escravo desse anjo.
Na sua tribo ele era pessoa de grande posses, por causa de seu vasto conhecimento de magia.
Exu de lucifer não é um anjo caido. Devido a uma associação ao planeta Vênus [estrela matutina], que é visivel ao alvorecer, foi considerado um anjo caido por algum mito antigo, ou por lendas dos criadorese contadores de historias. Exu de lucifer é um lider de falange pois tem fundamento na função que ocupa de mediador da lei. É guardião como os outros exus que conhecemos. como tudo não é mal nem bem, tudo com ele é ferro e fogo ou seja sem meios termos.

O EXU DE LUCIFER ABRE O PORTAL DO ANJO CAIDO SR LUCIFER pois esse jamais incorporara em alguem

oferenda : 7 fios de costela assada no dende, milho pipoca e 7 tipos de frutas vela vermelha e preta bebida wuiski

terça-feira, 28 de setembro de 2010

HORÓSCOPO DAS FLORES


Pela data de seu nascimento verifique,abaixo, qual é a sua Flor Regente.

Data/Nascimento - Flor Regente
02/03 a 21/03 Narciso
22/03 a 20/04 Violeta
21/04 a 10/05 Hibisco
11/05 a 31/05 Esporeira
01/06 a 23/06 Flor-de-Maracujá
24/06 a 11/07 Orquídea
12/07 a 05/08 Lírio
06/08 a 28/08 Papoula
29/08 a 23/09 Rosa
24/09 a 18/10 Crisântemo
19/10 a 07/11 Dedaleira
08/11 a 12/12 Íris
13/12 a 05/01 Mandrágora
06/01 a 02/02 Campainha-Imperial
03/02 a 01/03 Flor-de-Lótus

Tipo X Elemento - Sinais Característicos da personalidade

No HORÓSCOPO das FLORES, a cor dos olhos e a cor dos cabelos são os fatores que determinam o tipo de personalidade de cada um de nós. Analisando apenas a cor dos olhos e dos cabelos de uma pessoa, é possível descobrir muito sobre seu jeito de ser, seus impulsos e seus ideais. É que, segundo os atlantes, essas características exteriores não são acidentais. Elas funcionam como sinais, pequenos códigos, capazes de indicar porque viemos ao mundo. No horóscopo das flores, isso é muito importante, pois dentro de um mesmo signo existem tipos diferentes de personalidade. Pessoas do tipo prático são regidas pela Terra e dotadas de grande capacidade de realização. Os românticos têm a água como elemento predominante, o que os torna sensíveis e sonhadores. Filhos do fogo, os aventureiros esbanjam criatividade e entusiasmo. Finalmente, os idealistas, com o elemento ar em evidência, gostam de se comunicar e de se dedicar a causas nobres. Para descobrir qual é o seu tipo, você deve traçar, na tabela ao lado, duas linhas imaginárias - uma saindo de sua cor de cabelos e outra, de sua cor de olhos. No ponto em que essas duas linhas imaginárias se cruzem, estará o tipo a que você pertence.

OS QUATRO TIPOS
Sinais Exteriores Cabelos Louros Cabelos Ruivos Cabelos Castanhos Cabelos Pretos
Olhos Azuis (cinzentos) Idealista
(ar) Romântico
(água) Aventureiro
(fogo) Prático
(terra)
Olhos Verdes Romântico
(água) Aventureiro
(fogo) Prático
(terra) Idealista
(ar)
Olhos Cor-de-mel (mistos) Aventureiro
(fogo) Prático
(terra) Idealista
(ar) Romântico
(água)
Olhos Castanhos - Escuros Prático
(terra) Idealista
(ar) Romântico
(água) Aventureiro
(fogo)

NARCISO (de 02/03 a 21/03)

Esta flor, em forma de um pequeno sino, foi muito abundante na Atlântida. Depois, desapareceu durante séculos e ainda hoje é uma espécie rara. Simboliza pessoas bem-humoradas, capazes de lidar com as piores crises. Procuram sempre o lado positivo das coisas e têm o dom de atrair a simpatia e a ajuda de todos. Apesar da aparência ingênua, são verdadeiras vencedoras, às quais, não faltam paciência e audácia.

.Narciso Prático
A lealdade coragem são seus pontos fortes. Embora adore viajar, no fundo deseja um porto seguro, no qual possa se sentir em paz, vivendo ao lado de alguém que o compreenda e ajude a desenvolver seus talentos.
.Narciso Aventureiro
Dono de uma incrível força de vontade, interessa-se por tudo o que é novo e desconhecido. Jamais desiste de um objetivo, e vê o desânimo como algo passageiro. Gosta de desafios e enfrenta qualquer obstáculo com a certeza da vitória.
.Narciso Romântico
Harmonia, bem-estar e despreocupação são suas metas. Tem grande dom para a vida artística e, mesmo fora de um palco, confere uma aura de magia e beleza a tudo o que realiza. Por isso vive cercado de amigos, que o admiram lealmente.
.Narciso Idealista
Dotado de profunda sabedoria, não se faz de rogado para expor seus pensamentos. Nem tem medo de chocar os outros com a ousadia das suas idéias. Gosta de "platéia" cheia e contagia a todos com seu pique jovial.


VIOLETA (de 22/03 a 20/04)

Delicada e com pétalas aveludadas , esta pequena flor tem origem antiga e uma grande capacidade de adaptação. Pessoas com alma de violeta estão sempre prontas a ajudar aos outros, sem esperar qualquer recompensa. Não suportam o egoísmo nem a ganância. E embora pareçam tímidas e vulneráveis, são donas de uma vontade indomável. Jamais perdoam mentiras e traições e sabem como defender seus pontos de vista com unhas e dentes.

.Violeta Prática
Um companheiro e tanto. Não nega ajuda a ninguém, mas também é incapaz de tolerar infidelidade e injustiças. Ótimo confidente, guarda os segredos alheios como se fossem seus. Por isso, conquista a confiança geral e progride muito na vida.
.Violeta Aventureira
Humilde apenas na aparência, esse tipo é mestre na arte de unir resistência e sensibilidade. Sempre sabe de tudo o que acontece e precisa do contato com pessoas criativas, que possam auxiliá-lo nos seus projetos. Caso contrário, ele começa a considerar tudo monótono e tedioso, e isso pode espantar seus inúmeros admiradores.
.Violeta Romântica
Quase sempre de aparência agradável, vive cercado por uma aura de mistério, que atrai as pessoas e as afasta ao mesmo tempo. É difícil se aproximar dele, mas quem consegue essa proeza ganha um amigo para a vida inteira. É muito franco, gosta de ajudar e não desperdiça a chance de aprender algo novo.
.Violeta Idealista
Sem medir palavras, fala o que pensa de maneira clara e não abre mão dos próprios ideais. Dá grande atenção ao desenvolvimento espiritual. Seu único defeito é cobrar perfeição demais de si mesmo e daqueles que o cercam.


HIBISCO (de 21/04 a 10/05)

De origem asiática, é conhecido também com rosa-da-china. Suas pétalas podem ser brancas, amarelas, rosadas ou vermelhas e formam uma espécie de taça. Simboliza pessoas inovadoras com grande capacidade de organização e sempre,a busca do aperfeiçoamento. Muito vaidosas e sociáveis , adoram organizar festas e reuniões . Mas quando não conseguem conquistar a admiração alheia , acabam se retraindo.

.Hibisco Prático
Os pontos mais importantes da sua vida são as roupas , a casa onde mora e a própria saúde. Depois, vêm os membros mais próximos da família e, por último, a comunidade. Precisa cercar-se de organização e beleza para se sentir bem, e adora chamar a atenção.
.Hibisco Aventureiro
Seu maior objetivo é embelezar o próprio jeito de ser. Por isso, ensaia gestos elegantes, procura manter um comportamento impecável e persegue uma ascensão profissional segura. Só que, às vezes, torna-se autoritário demais.
.Hibisco Romântico
Sonhador, adora poesias e diários, tira dezenas de fotos e não resiste a tentação de se filiar a algum movimento que tenha como objetivo melhorar o mundo. É humilde para aprender o que precisa e enxerga as próprias deficiências.
.Hibisco Idealista
Esse tipo precisa aprender a pôr ordem na própria imaginação e expressar com clareza os seus objetivos. Poucos tolerantes com pessoas de raciocínio lento, recorre a um senso de humor ferino. Por isso, ganha fama de pedante, embora ninguém negue sua grande cultura e versatilidade.


ESPOREIRA (de 11/05 a 31/05)

Num caule sempre ereto, esta planta exibe suas pequenas florzinhas de um azul brilhante que a distância lembram o corpo sinuoso de um golfinho. Seus nativos são pessoas que não se curvam a vontade alheia e arriscam tudo em prol de uma grande causa. Super valorizam a dignidade pessoal e desprezam a hipocrisia e a falsa humildade. Fazem questão de manter os pés no chão , mas nem por isso deixam de lutar pelo que consideram justo.

.Esporeira Prática
Dotado de nobreza, firmeza de caráter e raciocínio prático parece capaz de mover montanhas. Sempre atinge o sucesso, independentemente da atividade que escolha, e só precisa aprender a cobrar menos de sí mesmo.
.Esporeira Aventureira
Dedicação é sua palavra chave. Por meio dessa qualidade, esse tipo de pessoa consegue enfrentar qualquer desafio com coragem e confiança. Mesmo correndo risco de vida, nunca abandona um amigo demonstrando quanto é digno de confiança e admiração.
.Esporeira Romântica
Exagerado. Eis a melhor definição para ele, que adora demonstrar os sentimentos de maneira dramática transformando pequenas dificuldades em grandes problemas. Apesar disso, é batalhador e só precisa aprender que é responsável pelo próprio destino.
.Esporeira Idealista
De onde viemos para onde vamos? Questões como esse não saem de sua cabeça, que busca respostas em movimentos fisiológicos, esotéricos e religiosos. Muitas vezes, torna-se um tanto fanático, mas logo aprende a respeitar os pontos de vista alheios.


FLOR-de-MARACUJÁ (de 01/06 a 23/06)

Trepadeira de aspecto exótico, era chamada, na Atlântida, de flor de dupla face e simbolizava as duas almas que existem no peito de todo ser humano. Por isso, os nativos desse signo quase sempre são o oposto do que aparentam. Embora muitas vezes pareçam falantes e decididos, no fundo são tímidos e vulneráveis. E sua missão é harmonizar os extremos de uma personalidade.

.Flor-de-Maracujá Prática
Embora seja capaz de mudanças mais radicais, nunca perde de vista seus objetivos. E mesmo quando o resultado não é o esperado, conserva o bom humor e a disposição. Faz mil concessões para evitar confrontos e, no amor só se revela por inteiro quando adquire total confiança no parceiro
.Flor-de-Maracujá Aventureira
Muitas vezes é considerado volúvel. Por mudar de projetos com facilidade. Mas a verdade é que é capaz de dar conta de várias atividades ao mesmo tempo e, no fundo, adora levar a vida agitada e cheia de experiências diversificadas.
.Flor-de-Maracujá Romântica
Deseja amar e ser amado. E apesar de não querer chamar a atenção, não gosta de passar despercebido. Às vezes oscila de um extremo a outro, mas está sempre pronto a reconhecer os próprios defeitos. Amoroso e atencioso, sabe agir com diplomacia e se revela uma excelente companhia.
.Flor-de-Maracujá Idealista
Mostra uma genialidade sem igual. Dotado de ideais elevados e de uma percepção aguda, cedo ou tarde põe em prática sua grande capacidade de inventar coisas ou teorias. Sabe que possui um raciocínio superior, mas não se vangloria disso. Prefere usar a diplomacia para impor suas idéias sem ferir as outras pessoas.


ORQUÍDEA (de 24/06 a 11/07)

A orquídea é uma belíssima flor , que não finca as raízes no chão. Mas, embora se instale em outras plantas, ela leva uma vida independente. É um símbolo da luta do ser humano para se libertar e viver de seus próprios recursos. Para isso, os nativos desse signo têm de vencer o medo da solidão e do desconhecimento. Nascidos para conviver com a beleza e o luxo, quase sempre enriquecem sem esforço. Mas só começam a realizar algo de seu na segunda metade da vida.

.Orquídea Prática
Precisa aprender a lidar com o inesperado, pois sempre deseja que tudo aconteça como imaginou. Gosta de luxo e conforto. Mesmo com poucos recursos, acaba arrumando um cantinho bem-cuidado e elegante. Mas além disso, sabe valorizar a riqueza interior e tem uma intuição aguçada.
.Orquídea Aventureira
De extremo bom gosto, espera que suas sugestões estéticas sejam atacadas. Se isso não acontece, pode se tornar intratável. Mas logo passa. Seu sonho é levar uma vida movimentada, cheia de aventuras e, de preferência, num lugar exótico e bonito.
.Orquídea Romântica
Adora animais e plantas. É fiel, amoroso e dá grande importância à harmonia. Só precisa tomar cuidado para que não abusem de sua índole pacífica, pois dificilmente consegue dizer não a alguém. Porém , quando briga, se retrai e pode guardar rancor e magoa por muito tempo.
.Orquídea Idealista
Reúne duas características marcantes: beleza e inteligência. Luta desde cedo por sua independência de pensamento e sempre faz o que acha correto. é confiável, cauteloso, dedicado, discreto. E sabe como tomar as rédeas de uma situação sem que ninguém perceba quem realmente está no comando.


LÍRIO (de 12/07 a 05/08)

Apreciado e espalhado pelo mundo inteiro, o lírio é muito usado em brasões imperiais e como símbolo mágico. Sua imagem está associada à pureza e à nobreza de caráter. Os nativos desse signo também têm muita dignidade - o que lhes dá uma grande capacidade de agir sempre da mesma maneira em qualquer circunstância. Avessos a julgamentos, não tomam partido, preferindo guardar distância para que possam ter uma visão geral e clara do que acontece ao redor.

.Lírio Prático
Inabalável, dedica-se de corpo e alma aos seus empreendimentos, fazendo-os floresce. E, mesmo que tudo dê errado, conserva a disposição. Corajoso, naturalmente consegue o respeito das outras pessoas. Mas , com a idade, pode se tornar uma pessoa rígida e amargurada.
.Lírio Aventureiro
De temperamento difícil , oscila de um extremo a outro. Gosta de divertir e seduzir as pessoas, e ao mesmo tempo é retraído e tem dificuldade para falar de si. No íntimo, o que mais deseja é encontrar quem vença essa distância e seja capaz de compreendê-lo.
.Lírio Romântico
É o mais sensível e vulnerável dos lírios. Por isso, cria uma espécie de esconderijo interior, reprimido e escondendo seus verdadeiros sentimentos. O problema é que acaba iludindo até a si mesmo e ás vezes nem percebe o que realmente deseja na vida. Só quando quebra essa barreira é que revela toda a sua luz.
.Lírio Idealista
Esse nativo tem uma longa jornada em direção ao próprio destino. No início da vid, dedica-se ao mundo exterior, a fim de conseguir uma relativa segurança financeira e a certeza no amor. Depois, sente necessidade de se aventurar pela alma, em busca do que mais procura: ele mesmo.


PAPOULA (de 06/08 a 28/08)

Sempre em cores brilhantes é dela que se extrai o ópio, droga que provoca certo entorpecimento e aguça os sentidos. Seus nativos gostam de viver perigosamente. Alegram-se com tudo e se esforçam para espalhar o prazer à sua volta. Temem apenas o tédio e não se cansam de buscar novas experiências. Aprendem rapidamente, são ávidos por conhecimento e dedicam-se com paixão a tudo o que fazem. Exercem forte atração sobre o sexo oposto.

.Papoula Prática
Apesar de impaciente, pensa bastante antes de tomar decisões, mas, quando o faz, é para valer. No campo profissional, persegue os maiores desafios e obtém sucessos inusitados.
.Papoula Aventureira
Simplesmente não pára. Por isso, tentar enquadrá-lo numa rotina ou acomodá-lo a uma situação é sinônimo de briga certa. Sente-se feliz em situações de perigo e é um competidor nato, que sempre surpreende com novas aventuras.
.Papoula Romântica
Vive despedaçando corações com sua alegria contagiante, mas lida mal com a realidade, se ela não for tão colorida quanto imagina em seus longos devaneios. Amante da liberdade, orgulha-se da própria coragem.
.Papoula Idealista
Eis aí uma pessoa inusitada e surpreendente, cheia de idéias e projetos tão mirabolantes que chegam a assustar as pessoas. Apesar disso, consegue realizar o que deseja.


ROSA (de 29/08 a 23/09)

De origem desconhecida , é a flor mais popular do mundo. E na Atlântida simboliza o desejo de viver intensamente, usufruindo a vida ao máximo. Aliás, seus nativos levam isso tão a sério que, às vezes, até esquecem de si mesmos. São amantes ternos e calorosos, que precisam de alguém capaz de amá-los desinteressadamente. Buscam a plenitude em tudo e muitas vezes colocam obstáculos no próprio caminho, apenas pelo prazer de vencê-los.

.Rosa Prática
Otimista por natureza, extrai lições de cada dificuldade. Possui senso prático, o que faz progredir profissionalmente. Não constuma contar vantagens , mas gosta de ser elogiado. E espera que se generosidade seja retribuída na mesma moeda. Só deve tomar cuidado com sua tendência ao egoísmo.
.Rosa Aventureira
Com classe e elegância inconfundíveis, esse tipo é difícil de se influenciado e só se dedica integralmente a uma atividade se estiver no comando. Severo e exigente até consigo mesmo, precisa controlar e possessividade no amor e aceitar as pessoas como elas realmente são.
.Rosa Romântica
Eternamente em busca de um príncipe encantado, sonha com alguém que resolva todos os problemas de sua vida. Por isso, volta e meia está só. No trabalho, porém, não vacila. Mesmo agindo por intuição , é crítico e preciso. E demonstra uma espantosa versatilidade.
.Rosa Idealista
Se aprende a ouvir os outros, alcança um grande desenvolvimento interior. Possui imaginação criadora e está sempre bem informado. Também não dispensa alguns prazeres, pois, como todo rosa, é sensual e esportivo.


CRISÂTEMO (de 24/09 a 18/10)

É uma das flores mais antigas do mundo e está constantemente associada à justiça e à nobreza de caráter. A missão do seus nativos, portanto, é lutar pelo equilíbrio e por uma justa distribuição dos bens materiais. Gostam de coisas belas, de roupas elegantes, de organização e de harmonia. Levam jeito para a diplomacia, mas , às vezes, suas tentativas de "melhorar" os outros provocam alguns atritos .

.Crisântemo Prático
O desejo de acertar muitas vezes o atrapalha no momento de tomar decisões . de tanto avaliar prós e contras, ele acaba ficando sem saber como agir. Bom organizador , lida bem com as finanças e pode se revelar um ótimo conselheiro .
.Crisântemo Aventureiro
Sujeito a bruscas mudanças de opinião, esse nativo às vezes provoca algumas rupturas indesejadas, as quais, mais tarde tenta reparar. Detesta sentir-se usado e nunca deixa alguém na mão. honesto e persistente, é talhado para assumir postos de comando ou de confiança.
.Crisântemo Romântico
Mais adaptável do que os outros tipos , sabe como lidar com contrariedades . Tem como principal defeito uma certa tendência à fofoca, que compensa com seu grande desprendimento material e seu sentimento de humanidade. E, caso se livre da indecisão, pode realizar grandes obras.
.Crisântemo Idealista
Incorruptível e de raciocínio brilhante , analisa tudo com profundidade e é quase impossível enganá-lo. De espírito alegre, nunca tenta tirar vantagens dos outros e aceita as falhas alheias com a tranqüilidade de quem já descobriu que também não é perfeito.


DEDALEIRA (de 19/10 a 07/11)

É uma trepadeira cujas flores formam pequenos cachos, dos quais é extraída uma substância de propriedades medicinais. Possuidores de uma incrível energia vital, seus nativos são pessoas apaixonadas, que querem aprender e vencer na vida. Orgulhosos, não aceitam humilhações nem admitem receber ordens em hipótese alguma. Ao mesmo tempo, são sempre calorosos, gentis e corretos. Muito românticos, interessam-se profundamente pelo ser amado.E também nas amizades mostram-se capazes de uma enorme dedicação.

.Dedaleira Prática
Por trás de uma aparência distante e rígida,cultiva o ardente desejo de vencer. É bondoso e cheio de habilidades ocultas. Age sem pressa e nunca foge à verdade. Não gosta de condenar os outros, e um senso de justiça acentuado o impede de levar vantagens.
.Dedaleira Aventureira
Entusiasmo é sua característica mais marcante. Cultiva modos suaves e nunca age com falsidade ou mentira. Gosta de falar, é culto, compreensivo e precisa estar em constante evolução para se sentir bem. Além disso, sabe reconhecer quando uma causa está perdida e é hora de sair fora.
.Dedaleira Romântica
Não aceira limitações e possui muita criatividade. Gosta de se cercar de calor humano e de beleza. Tem grande aptidão para a cura e para trabalhos que exijam imaginação. Sem falar numa intuição aguçada, que lhe permite sempre saber o momento certo de agir. Mas precisa controlar melhor suas mudanças de humor.
.Dedaleira Idealista
Sempre majestoso, não se importa de arriscar tudo em prol de uma causa que considera justa. Não usa meios-termos nem faz concessões a ninguém. Apesar dessa inflexibilidade, vive cercado de pessoas interessantes e sempre conquista o que deseja, inclusive no amor.


ÍRIS (de 08/11 a 12/12)

Com um aspecto que lembra o de um lírio, está flor revela pessoas trabalhadoras, destinadas ao poder e à liderança. Não que sejam autoritárias. É que são mesmo especiais. Possuem um espírito agudo, enxergam além das aparências e sabem convencer. à primeira vista, são também acessíveis e impulsivas, mas é quase impossível descobrir o que lhes passa pela cabeça. Detestam magoar os outros e nunca entram em atritos desnecessários.

.Íris Prática
Inteligente e intuitivo, tem faro para descobrir as melhores oportunidades e quase sempre conquista a simpatia de pessoas influentes. Protegidos pela sorte, nunca duvida de sua capacidade. Tem raciocínio claro e se expressa com elegância, demonstrando grande profundidade de idéias.
.Íris Aventureira
Descontraído e bem -humorado, preza acima de tudo a liberdade. Apesar do eterno tom de brincadeira, transmite com exatidão suas idéias e exige precisão em tudo o que faz. Com sua fé e coragem inesgotáveis, acaba vencedor. Inclusive nos romances.
.Íris Romântica
É quase impossível competir com a simpatia e a inteligência desse nativo cuja simples presença atrai todos os olhares. Mas cuidado: fidelidade não é o seu forte. No amor e nos negócios, precisa sentir-se livre para realizar seus projetos audaciosos e originais.
.Íris Idealista
Interessante e esforçado, não deixa que ninguém se aborreça. Sem esforço conquista muitos corações e não é raro que mantenha vários casos ao mesmo tempo. Tem um raciocínio rápido e pula de um projeto para outro com a mesma dedicação apaixonada.


MANDRÁGORA (de 13/12 a 05/01)

Com raízes que lembram a forma de um corpo humano, essa planta sempre esteve associada à magia, por causa de uma substância que ela produz e que era usada para produzir estado de transe. Assim, também seus nativos buscam influenciar as forças do universo. Por trás de uma aparência geralmente retraída e pouco amistosa, esconde uma alma ardente.

.Mandrágora Prático
Se conseguir relaxar e superar o pessimismo, pode construir uma vida familiar daquelas que só existe em novelas com final feliz. A infidelidade não faz parte do seu jeito de se, e sua capacidade de compreensão torna-o apto a transformar a vida a dois um eterno romance.
.Mandrágora Aventureira
Apesar de falante e divertido, não abre mão de sua rigidez interior, que, no fundo oculta sua melancolia e seu desejo de pode. É ambicioso, tem tino para ganhar dinheiro e adora viajar. Mas não suporta mudanças brusca, pois detesta perder o controle das situações.
.Mandrágora Romântica
Voluntarioso, luta com todas as forças para atingir aquilo que deseja e sempre arruma formas criativas de ganhar dinheiro. Possui intuição afiada. E precisa da companhia de alguém leal e compreensivo, que lhe desculpe a frieza de caráter e a avidez por dinheiro.
.Mandrágora Idealista
Ninguém o supera em questões de negócios. No amor, porém, é um tanto inseguro e vacila sempre que precisa tomar alguma decisão importante. Sua honestidade e correção de caráter costumam ser reconhecidas por todos, o que o faz muito querido.


CAMPAINHA-IMPERIAL (de 06/01 a 02/02)

Com delicadas flores em forma de taça, esta planta gosta de climas amenos e muito sol, embora cresça em qualquer tipo de solo. Aliás, como os seus nativos, que buscam a luz pelos caminhos mais inusitados. Amantes do prazer, têm uma habilidade ímpar para transformar os piores obstáculos em vantagens . Meio distraídos, vivem tendo idéias geniais, mas lhes falta a persistência necessária para levá-las ao fim.

.Campainha-Imperial Prático
Na juventude é inconstante, interessa-se e se deixa influenciar por tudo e por todos. Até que, de repente, muda. Num piscar de olhos, atinge o sucesso profissional, encontra o parceiro com quem sempre sonhou e mostra-se capaz de muita maturidade.
.Campainha-Imperial Aventureira
Embora pareça irremediavelmente distraído, vive ligado em tudo. Tem uma compreensão profunda do mundo e adora soltar a imaginação. Nunca dispensa uma viagem e é pouco apegado ao dinheiro.
.Campainha-Imperial Romântica
Fascinado por pessoas exóticas e situações inusitadas, vive em busca de alternativas para movimentar seus dias. A rotina lhe parece um fracasso, e não hesita em partir para outro amor, outro emprego e até outro país, quando se sente entediado.
.Campainha-Imperial Idealista
Sonha com o paraíso na terra, mas nem sempre lembra que tudo tem seu preço. Freqüentemente tachado de egoísta, vive imerso num mundo interior e assume posturas que podem parecer caprichosas. É que ainda não aprendeu a mostrar seu grande coração.

FLOR-de-LÓTUS (de 03/02 a 01/03)

Com um longo caule que se eleva do lodo em direção ao céu, esta planta aquática é considerada um símbolo de pessoas iluminadas. Seus nativos, apesar de uma aparência rígida, são sensíveis e vulneráveis. Amantes da paz, gostam de ajudar e são capazes de grandes sacrifícios.

.Flor-de-Lótus Prática
Sonha com um mundo melhor - e luta por isso. Ama a arte e tem "faro" para descobrir talentos ocultos. Também é bomouvinte e não faz questão de ser o centro das atenções.
.Flor-de-Lótus Aventureira
Eternamente jovem, pode se dar bem nos negócios e nas artes . Aprecia o risco moderadoe é capaz de alguns excessos, em nome do prazer. Quase sempre tolera mal uma rejeição, mas é incapaz de remoer mágoas.
.Flor-de-Lótus Romântica
Com sua imaginação brilhante, é capaz de uma dedicação extrema, mas também de demonstrações sentimentais que, de tão exageradas, ficariam melhor num palco.
.Flor-de-Lótus Idealista
Adora discutir e analisar sentimentos e chega a ter um jeito meio espalhafatoso e dominador. Em compensação, aceita bem as falhas alheias e não condena ninguém por suas fraquezas. Só que, de vez em quando, precisa ficar em paz para reencontrar o equilíbrio.