Pesquisar este blog

Loading...

sábado, 6 de fevereiro de 2010

alguns termos usado na umbanda

Abrir os caminhos - retirar os entraves energéticos e espirituais que estejam impedindo o fluxo natural da vida da pessoa
Amarrado - enfeitiçado para se apaixonar por alguem ficar preso a ele
Amarrado - enfeitiçado pra que a vida não flua em nenhum aspecto
Amuleto - Objeto confecciondo e cruzado para desviar energias negativas
Alguidar - vasilhame de barro
Aparelho - médium, cavalo
Arriar - fazer a entrega no local da vibração específica
Assentar - preparar os fundamentos (elementos ) do Orixá ou Exú em um determinado lugar
Axé - Energia vital presente em todos os reinos da natureza, e manipulada magisticamente na Umbanda e nos Cultos de Nação, através de rituais e oferendas
Azeite de dendê - Óleo extraído do dendezeiro,indispensável as oferendas à Exú , também usado na comida de diversos Orixás. É usado em algumas oferendas às Pombas Giras
Banda - grupo, falange
Bombo Gira - Pomba Gira
Baixar - incorporar
Burro - cavalo, médium, aparelho
Cabeça de Legião - Exús e Pombas Giras de hierarquia, comandantes, chefes de legiões
Calunga - cemitério
Calunga Grande - Oceano, mar
Cambono ou cambone - médium auxiliar do médium de incorporação
Catulá - anular um trabalho maléfico
Cavalo - médium de incorporação, na Umbanda
Centro - Terreiro, Tenda de Umbanda
Coisa feita - trabalho para o mal, despacho maléfico, feitiço, bruxaria
Comadre - Termo carinhoso de referencia às Pombas Giras
Compadre - termo carinhoso de referência aos Exús
Congar - altar onde ficam as imagens representativas dos Orixás e Guias
Corpo Fechado - protegido da influência de espíritos nefastos
Corredor de Giras - frequentador de giras diversas
Curimba - Conjunto de instrumentos musicais do Terreiro
Demanda - trabalho de magia negra, ataque espiritual
Demandar - tomar providências de defesa, mandar de voltar
Desatar nó - desfazer trabalhos
Descarga - limpeza energética-espiritual
Desmanchar trabalhos - anular um trabalho negativo
Despachar - entregar
Despachar - mandar embora espíritos atormentadores
Ebó - Despacho
Ebó - Presente, oferenda, comida para Exú
Eguns - denominação a todos os espíritos desencarnados (bons ou maus)
Eledá - Anjo da guarda
Elegbará - título de Exú, termo usado nos Cultos de Nações (Candomblé)
Encosto - espírito que consciente ou inconsciente, com boa ou má intenção está próximo de encarnados e pode prejudicar de modo quase imperceptível ou de modo devastador, inclui-se os obsessores, espíritos familiares, kiumbas, etc.
Deve ser encaminhado através de orações, sessções kardecistas, trabalhos de Umbanda e Nação.
Encrusar - ritual que consiste em riscar (desenhar) uma cruz,na nuca, nas palmas das mãos. na testa, nas solas dos pés. E em outros pontos do corpo do médium, para prepará-lo para algum rito, para protegê-lo, "fechar o corpo", ou ainda para estabelecer maior comunicação mediúnica.
Encruza - o mesmo que encruzilhada
Encruzilhada - Local de entrecruzamento de forças, portal de acesso, vulgarmente comparado às encruzilhadas das ruas nas cidades.
Engambelo -pequenas oferendas e presentes para Exús, para após o recebimento do que se pediu, oferecer algo mais significtivo ou que exija maior esforço
Falange - grupos
Falangeiro - pertencente a falange
Fechar a gira - encerrar os trabalhos
Gira - conjunto dos médiuns que estão trabalhando no Terreiro, trabalhos
Gira (correr a gira) comunicação entre espíritos, caminhos que o espírito faz entre dimensões para saber o que está acontecendo. Comunicação entre falanges
Guardião - Responsável em zelar pela seguança de algo ou alguém.
Guardião - Exú de hierarquia
Guardiã - Pomba Gira de hierarquia
Guia - Mentor, protetor, orientador espiritual
Guia - colar de miçangas, cristal ou porcelana, usados pelos médiuns
Hora Grande - meia noite em ponto
Horas abertas - das 06:00 às 18:00 horas
Horas fechadas - as demais das 18:00 ás 06:00
Imantação - processo magístico relizado com o propósito de atrair energias e forças positivas para um determinado objeto.
Kiumba - ou Quiumba - espírito maléfico obsessor, debochado, mentiroso
Linha - Seguimento vibracional, composto por falanges
Linha Cruzada - união de linhas
Macumba - termo antigo pejorativo usado para denominar os cultos afro-brasileiros. Trabalho, feitiço
Macumbado - enfeitiçado
Mãe de Santo - médium feminino chefe do Terreiro, sacerdotisa
Maioral - chefe, poderoso
Maleime - pedido de socorro ou clemência, auxílio ou perdão
Manifestação - a expressividade do guia, quando incorporado no médium
Marafo - cachaça, aguardente
Mironga - feitiço, segredo,mandinga
Mistificação por parte de encarnados - ato de fingir que está incorporado
Mistificação por parte dos espíritos - espíritos que fingem ser quem não são
Obrigações - tarefas que o médium tem que cumprir no exercício de sua mediunidade
Oferendas - presentes oferecidos ás entidades
obsessor - espírito sem luz, que se acha no direito de prejudicar, pode acompanhar a pessoa por várias encarnações
Padê - oferenda para Exú, a base de farinha de mandioca ou milho,
Padê - despacho para Exú no início das sessões, uma espécie de agrado seguido do pedido de segurança
Patuá - amuleto feito para a segurança pessoal contra energias negativas.
Pemba - Objeto usado para riscar pontos, encruzar médiuns, seu pó é usado também em alguns rituais magísticos.
Pomba Gira - termo usado para denominar espíritos femininos que trabalham na Umbanda e nos Cultos de Nação, como Guardiãs
Pontos cantados - Cantigas específicas entoadas para "chamar" ou louvar as entidades, funcionam como uma espécie de mantras.
Perna de calça - pessoa do sexo masculino
Pontos riscados - desenhos simbólicos (riscados com pemba )de identificação da entidade, falange, linha de trabalho etc. Tem função de identificação e magística, através de sua escrita sagrada.
Porteira - entrada do Terreiro
Povo da Encruzilhada - Exús e pombas Giras
Povo da Rua - Exús Pombas Giras e outros espíritos
Povo do Cemitério - Exús e Pombas Giras que tuam nesse domínio
Povo da Estrada - Exús e pombas Giras que atuam nesse domínio, correndo gira e trazendo informações
Povo da Calunga - o mesmo que povo do cemitério
Quebrar preceito - não cumprir regras e obrigações com a Casa ou com os Guias.
Quebrar um trato - não cumprir o que foi combinado
Quebrar um pacto - não cumprir um compromentimento muito sério
Rabo de Encruza - Exú pagão, pomba Gira pagã, kiumba
Rabo de saia - pessoa do sexo feminino
Recado - aviso, advertência dada pela entidade
Receber - incorporar
Receber - ganhar algo que merece (bom ou ruim)
Reinos - domínios dos Orixás
Ronda - patrulhamento efetuado por Exús e Pombas Giras, normlmente os subordinados na hierarquia
Sacudimento - ato ritualístico de limpar e descarregar locais ou pessoas.
Saravá - saudação
Subir - desencorporar