Pesquisar este blog

Loading...

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

7 o numero cabalistico

Vamos tentar decifrar um pouco o que há por trás destes conceitos cabalísticos agregados a Umbanda e Kimbanda. Sem realmente entrar no campo "do incompreencível" (filosófico-Judáico), partimos da idéia do que seja apenas o conceito.

CABALÍSTICO: Que se refere a kaballah... secreto, obscuro, misterioso, enigmático, indecifrável, incompreensível.

Na origem, a palavra kaballah significa TRADIÇÃO ou RECEBER. Tradição falada, sendo a kaballah, a parte esotérica do Judaísmo, mas ainda assim é Judaismo e, por isso, não misturar as coisas. Vendo a palavra, a kaballah em si, tudo o que é cabalístico é o que se é RECEBIDO por alguém, de alguém que "passa", mestre > Aluno. Tem que ser ensinada, seja por homens ou por deuses. A kaballah secreta era (e ainda é) passada para os iniciados via tradição oral e cheia de mistérios, só revelados aos iniciados.
O sete, sendo um número cabalístico significa que só será compreendido se ensinado, nunca por nós mesmos. As palavras cabalísticas, por exemplo, só existem se passadas por um mestre, que aprendeu com outro mestre, que no fim das contas aprendeu com alguma inteligência superior, nem sempre divina, como se sabe. por isso diz-se "secreto" e não "misterioso". O termo "cabalistico" imagino que venha a se referir a tipo, "misterioso ou cheio de mistérios", ou seja, o 7 é um número cheio de mistérios, logo... cabalístico.

Na kaballah tem um livro chamado Sefer Yetzirah, vejamos o que ele diz:

"A Natureza é composta por sete mundos, sete céus, sete terras, sete mares, sete rios, sete desertos, sete dias para a semana, sete semanas da Páscoa a Pentecostes; e há um ciclo de sete anos, sendo o sétimo o ano de redenção, e após sete anos de redenção, vem o jubileu. Portanto, Deus ama este número sete, em tudo que existe sob os céus".

Na kaballah tem os 72 anjos, porém na kaballah antiga, só 7 eram reconhecidos oficialmente.